Home Bem-estar Saúde Com Ultrassom, Médicos Reanimam Cérebro em Coma

Com Ultrassom, Médicos Reanimam Cérebro em Coma

7 min leitura
0
0

Procedimento inédito é responsável pela reanimação do cérebro em coma

É a primeira vez que médicos utilizam o ultrassom para fazer a reanimação do cérebro em coma.

cerebro-951845_640

O novo tratamento de reanimação cerebral foi testado por médicos americanos em um homem de 25 anos que estava em coma.

O paciente teve um progresso incrível, onde seu cérebro foi reanimado e ele ainda conseguiu uma recuperação completa da sua consciência, sem perda da fala.

Os médicos utilizaram uma técnica não invasiva com o aparelho de ultrassom. Este foi usado para emitir pulsações de baixa intensidade, onde agita os neurônios.

Essas ondas sonoras vão direto para o tálamo, que é a parte do cérebro responsável em processar as informações e também pelas funções de sono, regulação da consciência e estado de alerta.

O objetivo dessas ondas é de diminuir o tempo de espera para que o paciente tenha uma reação, assim que despertar, conforme mostrado na publicação da revista científica Brain Stimulation, sobre o estudo desse novo tratamento.

O que os médicos constataram

Para os médicos, utilizar o ultrassom para reanimar o cérebro em coma é como se eles conseguissem reiniciar a função dos neurônios.

Antes desse estudo, a única medida era cirúrgica e esse procedimento era muito arriscado, já que visa a estimulação cerebral profunda, onde são implantados eletrodos diretamente no tálamo.

Com a descoberta da estimulação por ondas sonoras que vão diretamente ao tálamo, a medicina agora possui uma técnica não invasiva.

Além disso, a técnica vai evitar os chamados distúrbios de consciência, como o estado minimamente consciente e até mesmo o estado vegetativo, estes causam danos cerebrais gravíssimos, conforme explicado pelo principal autor desse estudo, Martin Monti, que é professor de neurologia e psicologia da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles, Estados Unidos.

Entenda como funciona o procedimento

Martin Monti informou como foi realizado o procedimento no paciente de 25 anos. Ele explicou que foi colocado ao lado da cabeça um dispositivo de proporção de um pires. Este é capaz de gerar pequenas esferas de energia acústica a cada 30 segundos, por 10 vezes, com espaço de dez minutos.

Antes de começar esse estudo com o paciente, ele possuía apenas mínimos sinais de compreensão de fala e consciência. Mas com apenas 3 dias depois do tratamento, ele já tinha recuperação total de consciência, onde foi capaz de compreender completamente a linguagem.

O paciente conseguiu se comunicar com seus médicos, acenando ao dar tchau e também balançando a cabeça para emitir um “sim” e “não”.

Esse método será utilizado em todos os pacientes em coma?

Os resultados desse estudo foram satisfatórios e promissores, porém ainda é preciso que os pesquisadores continuem focando em mais pesquisas. Isso porque existe a possibilidade de que o paciente tenha tido uma recuperação espontânea no mesmo tempo em que estava sendo realizado esse estudo.

Portanto, é preciso investigar se trata de sorte ou se essa é uma técnica que pode sim trazer bons resultados e ajudar pacientes em coma.

Para Martin Monti, autor do estudo, enriquecer essas descobertas é um passo essencial.

Enquanto esse estudo não é finalizado, todos precisam estar atentos à saúde e investir em planos de saúde que oferecem cobertura para internação e cirurgia.

Afinal, não podemos prever qualquer problema com a saúde e depender do atendimento público pode agravar a nossa situação.

Para isso, você não precisa investir altos valores, pois existem planos de saúde bons e baratos no mercado. Lembre-se de que a nossa saúde é nosso melhor investimento.

 

Por: Andreia Silveira, colaboradora do site: Plano de Saúde

 

Achados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

4 dicas para se blindar contra a ansiedade

Atualmente, a sociedade é bombardeada de informações, além de possuir uma agenda competiti…