Home Bem-estar Saúde Dor constante pelo corpo pode ser indício de algo errado com a saúde

Dor constante pelo corpo pode ser indício de algo errado com a saúde

4 min leitura
0
0

Dores fortes por todo o corpo por longos períodos pode ser sintoma da fibromialgia.

Muitas pessoas não tem conhecimento sobre a doença, mas ela atinge entre 1% e 5% da população.

A maioria dos casos ocorre com o sexo feminino, com idade entre 30 e 50 anos.

Segundo o fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, diretor clínico da Fisior Hidroterapia, de Belo Horizonte (MG), além da dor, outro sintoma é a sensibilidade nas articulações, nos músculos, tendões e em outros tecidos moles.

A fibromialgia está diretamente ligada também à fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade.

“A fibromialgia é uma doença reumática em que não se observa inflamação das articulações.

Os sintomas são semelhantes aos causados ​​por artrites.

Ainda não se tem certeza da causa, mas muitos pesquisadores acreditam que esteja relacionada a um problema com a forma com que o corpo processa os sinais de dor, fazendo-o reagir exageradamente a eles”, afirma o especialista.

Por ser uma doença descoberta recentemente, há aproximadamente 16 anos, Rogério Celso explica que a fibromialgia ainda não tem cura e que o tratamento que pode amenizar muito os sintomas da doença é multidisciplinar, com uma combinação de ações que melhoram o estágio do paciente.

Entre os cuidados que as pessoas que tem essa síndrome devem ter, estão: usar o medicamento prescrito pelo médico, administrar o estresse, ter boas noites de sono e praticar exercícios físicos.

Muitos médicos indicam a hidroterapia, que consiste na fisioterapia feita dentro de uma piscina aquecida.

Os efeitos da imersão corporal associados aos exercícios fisioterápicos provocam diversos estímulos, ativando o sistema imunológico, melhorando a circulação e diminuindo a sensação dolorosa.

No caso da fibromialgia, segundo Rogério Celso Ferreira, que é referência em hidroterapia em Belo Horizonte (MG), com a prática da fisioterapia aquática há melhora significativa na qualidade do sono, no humor, no equilíbrio e no sistema imunológico.

Além disso, aumenta a força muscular, a resistência ao exercício, disposição física e mental e a circulação. E o mais importante: alivia as dores.

“Como a água reduz a pressão interna nas articulações, associamos exercícios específicos propiciando melhor condicionamento muscular e, com isso, o alívio de dores ao longo do dia.

Os exercícios e os procedimentos são personalizados com o objetivo de promover e facilitar a reabilitação de maneira individualizada”, conclui o fisioterapeuta.

 


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

Como Viver com Dor?

A dor é uma sensação desagradável que nos alerta para algum potencial dano ao nosso corpo.…