Home Bem-estar Saúde Os Perigos da Hipertensão: como combater a síndrome hipertensiva com a prática de atividade física

Os Perigos da Hipertensão: como combater a síndrome hipertensiva com a prática de atividade física

7 min leitura
0
0

As medidas de pressão arterial são utilizadas para determinar a capacidade do sistema circulatório funcionar com eficiência e distribuir o sangue entre todos órgãos do corpo, nutrindo tecidos e favorecendo o metabolismo normal do organismo humano, sua medida descreve a pressão realizada pelo sangue na saída do ventrículo esquerdo para artéria aorta via valva aórtica (pressão sistólica) e a pressão do sangue durante a distribuição do sangue por todo o resto do corpo (pressão diastólica).

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, em suas diretrizes brasileiras de hipertensão descreve como ótima a pressão arterial com valores de 120 sistólica x 80 diastólica mmHg.

exercicio-fisico

O último levantamento realizado pelo IBGE no Brasil revelou dados alarmantes sobre a saúde cardiovascular da população, onde 17 milhões de brasileiros já são afetados pelos efeitos deletérios da doença, o que representa 24% da população brasileira.

Segundo um estudo realizado pela universidade de Harvard nos EUA, ¼ da população americana se tornará hipertensa nos próximos 10 anos. Esses números são impactantes para a saúde da população em geral, pois a hipertensão é considerada um problema de saúde pública, afetando drasticamente o orçamento público dos sistemas de saúde.

A hipertensão é considerada uma síndrome de características multifatoriais que vão muito além do simples resultados dos números mensurados pelos aparelhos, hoje já se sabe que diversos fatores associados podem afetar a saúde cardiovascular, pois a doença tem características peculiares:

  1. Heterogeneidade: levantamentos demonstram que a doença acomete diversas faixas etárias.
  2. Alta prevalência
  3. Possui efeitos deletérios para outros órgão vitais

Segundo a sociedade brasileira de cardiologia alguns hábitos são fundamentais para a redução e controle da pressão arterial:

  • Manter o peso corporal na faixa normal (índice de massa corporal entre 18,5 a 24,9 kg/m2 )
  • Consumir dieta rica em frutas e vegetais e alimentos com baixa densidade calórica e baixo teor de gorduras saturadas e totais.
  • Reduzir a ingestão de sódio para não mais que 2 g (5 g de sal/dia) = no máximo 3 colheres de café rasas de sal = 3 g + 2 g de sal dos próprios alimentos
  • Moderação no consumo de álcool – Limitar o consumo a 30 g/dia de etanol para os homens e 15 g/dia para mulheres 2 a 4 mmHg
  • Habituar-se à prática regular de atividade física aeróbica, como caminhadas por, pelo menos, 30 minutos por dia, 3 vezes/semana, para prevenção e diariamente para tratamento.

Benefícios da prática do exercício regular para o sistema cardiovascular:

  • Diminuição da frequência cardíaca de repouso
  • Aumento do consumo de oxigênio por parte dos tecidos periféricos
  • Maior capacidade de bombeamento de sangue por minuto (aumento do débito cardíaco)
  • Hipertrofia concêntrica do ventrículo esquerdo
  • Favorecimento do retorno venoso, diminuindo incidências de varizes e tromboses
  • Diminuição do risco de infarto, pela melhora do perfil lipídico do sangue (redução do colesterol)
  • Bradicardia após prática de exercício físico aeróbio.
  • Redução da pressão arterial.

O exercício físico orientado e com regularidade é uma das formas de se combater a hipertensão arterial sistêmica, favorecendo a diminuição da epidemia da síndrome no pais, por esses fatores a inclusão de uma rotina de exercícios físicos  no cotidiano pode ser uma boa forma de se manter saudável e aumentar a qualidade de vida.

Henrique França Rodrigues  CREF 017123 G/SP  – lattes.cnpq.br/7553474811636080

site:http://nexercicios.blogspot.com.br
fb: https://facebook.com/nexercicios


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

Como a atividade física ajuda no combate a hipertensão?

A pressão alta pode parecer um problema de saúde de baixa gravidade, mas, se não for devid…