Home Bem-estar Saúde Osteoporose: a falta de cálcio

Osteoporose: a falta de cálcio

4 min leitura
0
0

Silenciosa, a osteoporose atinge cerca de dez milhões de brasileiros, sendo as mulheres as mais afetadas.

Estimativas apontam que 1/3 das adultas terão alguma fratura em decorrência da fragilidade óssea.

Exatamente pelas fraturas é que a doença é considerada grave, pois dependendo do local pode até levar à morte.

O fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, diretor clínico da Fisior Hidroterapia, em Belo Horizonte (MG), explica que a osteoporose é uma doença óssea sistêmica que se caracteriza por uma diminuição da densidade mineral, pela alteração da microarquitetura e da resistência óssea; o que causa mais fragilidade aos ossos e, consequentemente, mais chances de fraturas.

Para detectar a doença, o paciente deve realizar um exame que se chama densitometria óssea.

Prevenção por meio da água

Para prevenir a doença é importante ter uma alimentação rica em minerais, exposição ao sol durante 15 a 20 minutos para a liberação da vitamina D no organismo e praticar atividade física.

Quando se tem a osteoporose, o ideal é realizar atividades que promovam uma melhora no equilíbrio, força muscular e condicionamento físico, para que sejam evitadas fraturas.

“Nesse sentido, a hidroterapia é um excelente tratamento, pois une a fisioterapia a uma piscina terapêutica, utilizando os princípios mecânicos e térmicos da água aquecida para a realização das atividades.

O relaxamento geral proporcionado pela hidroterapia contribui para diminuir as dores de origem muscular e facilita a liberação do hormônio ocitocina. É muito comum a pessoa relatar alívio total das dores ao final da sessão”, explica Rogério.

O fisioterapeuta destaca ainda que os exercícios realizados na hidroterapia promovem alívio das dores e do espasmo muscular; manutenção ou aumento da amplitude de movimento das articulações; redução de músculos paralisados; fortalecimento dos músculos e desenvolvimento de sua força e resistência; melhora das atividades funcionais da marcha; aumento da circulação sanguínea e reforço da autoestima do paciente pelas atividades recreativas, proporcionando a ele confiança para alcançar máxima independência funcional e relaxamento.

Serviço

Fisior Hidroterapia – Rogério Celso Ferreira e Ana Paula Oliveira
Rua Padre Marinho, 15, Santa Efigênia, Belo Horizonte (MG) // (31) 3055-3555
www.facebook.com.br/fisiorhidroterapia // Instagram: @fisiorhidroterapia


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

Osteoporose: prevenção e cuidados devem ocorrer desde a infância

Sabe-se que manter bons hábitos alimentares é uma condição essencial para deixar a saúde e…