Home Inspiração Sua Essência Autoconhecimento: 10 perguntas para começar sua jornada

Autoconhecimento: 10 perguntas para começar sua jornada

13 min leitura
1
0

Você não está satisfeito com sua vida? Não faz a mínima ideia de como chegou onde chegou e pior, não sabe o que fazer para mudar e nem para onde ir? Se você pensa em virar esse jogo, está na hora de investir algum tempo e energia no autoconhecimento.

Dar-se esse tempo de reflexão vai te ajudar a ter foco e autocontrole para percorrer o caminho que te levará onde deseja. Afinal de contas, como diria o gato de Alice no País das Maravilhas, “para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”.

autoconhecimento

“Mas como vou descobrir que caminho é esse?”, você deve estar se perguntando. Aqui estão 10 perguntas para te inspirar e guiar sua jornada no autoconhecimento:

1. Eu sou fiel a mim mesmo?

“Querer ser outra pessoa é uma completa perda de tempo da pessoa que você é”
Kurt Cobain

Por que você compra as coisas que compra? Por que se veste da forma como se veste? Por que se comporta da forma como vem fazendo?  Por que escolheu a profissão que está exercendo? Trocando em miúdos, o que te move? Suas paixões, sua essência ou a tentativa de atender as expectativas alheias? Descobrir isso pode levar muito tempo, mas é essencial para o autoconhecimento e para chegar onde o seu coração deseja.

2. Eu uso meu tempo com sabedoria?

“A mais lamentável de todas as perdas é a perda do tempo”

Philip Dormer Stanhope

Com a vida corrida dos tempos modernos, tempo tem sido um artigo de luxo. Como você consome o seu? Passa horas olhando bobagens na internet ou vendo notícias que só te colocam para baixo? Você usa seu tempo de forma a se aproximar das suas metas ou de forma contra-produtiva? O que você faz hoje pode te levar onde você deseja estar daqui há 5 anos? Ok, você agora foi bombardeado com questionamentos, mas também não se desespere achando que precisa trabalhar loucamente. Ter pausas, momentos de relaxamento, também são importantes para saúde, sendo um uso sábio do seu tempo.

3. Eu tenho acordado disposto a enfrentar o dia?

O primeiro pensamento do dia dá uma noção do seu nível de felicidade. Dizem que o desejo de dormir muito é como se fosse uma fuga da vida real. Será que você tenta fugir da sua? Se você acorda com energia para encarar o que vem pela frente, ótimo! Se não, está mais do que na hora de avaliar de onde vem isso.

4.Eu sinto gratidão por alguma coisa?

Por mais que esteja tudo ruim, você reconhece o apoio da sua família e dos amigos, o conforto da sua casa, da sua cama, do chuveiro quente? Muitas vezes estamos tão focados nos problemas, no passado, no futuro e não damos valor aquilo que temos, ainda que pareça pouco. Olhe ao seu redor e seja grato pelo o que tem!

5. Eu tenho pensamentos negativos antes de dormir?

O que você costuma pensar antes de dormir? Quando deitamos, relaxamos e nos desligamos de tudo. Existe mais clareza para que pensamentos genuínos surjam. Qual a natureza dos seus? Inclusive, pensamentos negativos podem gerar insônia ou, você pode até dormir, mas não tem um sono reparador. Aproveito para dar UMA dica que resolve DOIS problemas: Antes de dormir, pense em tudo pelo o que você é grato naquele dia. Você vai trabalhar a gratidão e mudar o padrão mental para dormir melhor!

6. Eu vejo as coisas por uma perspectiva saudável?

Será que você não tem enxergado um probleminha como se fosse um problemão? Qual é sua visão de felicidade e sucesso? São coisas alcançáveis? Qual parâmetro você tomou? É como a velha história do copo meio cheio ou meio vazio – depende do prisma pelo qual se vê . Adote novas perspectivas. Esteja aberto para ouvir a opinião de quem está fora.

7. Eu me esforço demais nos meus relacionamentos?

Voltamos a história sobre ser fiel a si mesmo. Por que você tem esse relacionamento? É desgastante demais? Você sente prazer em mantê-lo ou é um sacrifício? Conheço gente que namora uma pessoa que a trata mal, mas continua porque tem medo de ficar sozinha. Se for esse seu caso (ou seja lá por qual razão você se envolve em relações desgastantes), pergunte-se se vale a pena.

8. Eu cuido da minha saúde?

Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro esquecem do presente de forma que acabam por não viver nem no presente nem no futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… e morrem como se nunca tivessem vivido.

Dalai Lama

Nesse quesito, o tempo joga contra nós. Com o passar dos anos, nosso metabolismo vai ficando lento, nosso nível de energia cai e temos mais obrigações. Diante disso, se não estivermos conscientes, deixamos a saúde – nosso maior bem – de lado. A expectativa de vida tem aumentado, mas como você deseja envelhecer? Cheio de doenças ou com qualidade para aproveitar tudo o que puder? Lembre-se também que, sem saúde, não chegamos aos nossos objetivos em outras esferas.

9. Eu estou permitindo me estressar por questões que estão fora do meu controle?

“Existem momentos na vida em que a única alternativa possível é perder o controle”

Paulo Coelho

Será que você não anda desperdiçando energia demais lutando para controlar o incontrolável? Brigar contra a natureza das coisas eleva seu nível de estresse e prejudica sua saúde física e mental. Observe com alguma frequência o que você tenta controlar tanto.

10. Eu estou atingindo as metas que defini para mim mesmo?

“ Deves realizar pelo menos um movimento diário que te aproxime um pouco mais da sua meta”

Bruce Lee

Essa é uma pergunta que deve ser feita com muita frequência. Podemos definir onde queremos chegar daqui a 5 ou 10 anos, ou mesmo definir metas para 1 ano sem muita complexidade. No entanto,  é muito fácil se perder no meio do caminho pela falta de consciência e reflexão sobre a forma como agimos. Para se manter consciente e focado, é necessário fazer essa reflexão com frequência, além de traçar tarefas ou metas menores para se alcançar o fim que se deseja. Sem isso, fica a sensação de falta de propósito ou de que está perdido.

Pronto para tirar um tempinho e se autoconhecer? Você só tem a ganhar!

Marcele Andrade

Fisioterapeuta acupunturista, ajudo pessoas com alto nível de estresse a aumentar a percepção do mesmo, reduzindo o desgaste físico e das relações profissionais e pessoais, através de técnicas naturais e mudança de mindset – sem risco de dependência de medicamento.

Site: zenestresse.com.br
Fan Page: facebook.com/zenestresse


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
  • Perguntas essenciais para fazer a si mesmo

    Se somos seres guiados por pensamentos e emoções, isso significa dizer que precisamos de c…
  • Tenho saudades

    Tenho saudades do tempo de estar em homeostase com meus pensamentos e sentimentos, observa…
  • Liberte sua criança interior

    “Quando foi a última vez que você fez uma coisa pela primeira vez?” …
Carregar mais em Sua Essência

Um comentário

  1. svordem@gmail.com'

    Clara

    14 de Maio de 2015 em 10:32

    Até porque se vc não se conhecer será incapaz de conhecer alguém verdadeiramente.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *