Home Bem-estar Alimentação Conheça os benefícios dos alimentos funcionais

Conheça os benefícios dos alimentos funcionais

9 min de leitura
1
0

O termo “alimentos funcionais” foi primeiramente introduzido no Japão em meados dos anos 80 e é considerado funcional se o alimento ou ingrediente produz efeitos benéficos à saúde, além de suas funções nutricionais básicas. Eles têm sido muito estudados e embora não curem, apresentam componentes ativos capazes de prevenir ou reduzir o risco de doenças.

Segundo a dra. Flávia Nakajima, nutróloga do Hospital Sepaco, os benefícios fornecidos pelo consumo habitual de alimentos funcionais contribuem na prevenção e/ou redução do risco de doenças crônicas degenerativas, tais como o diabetes, a hipertensão arterial e o câncer, ou mesmo, aos que já apresentam a doença, podem reduzir danos consequentes.

alimentos-funcionais-vidaplenaebemestar

Esses alimentos e ingredientes funcionais podem ser classificados quanto à fonte de origem, vegetal ou animal; ou quanto aos benefícios que oferecem, atuando em seis áreas do organismo: no sistema gastrointestinal, no sistema cardiovascular, no metabolismo de substratos, no crescimento, no desenvolvimento e diferenciação celular, no comportamento das funções fisiológicas, além de serem antioxidantes.

Existem várias fontes de alimentos funcionais. A aveia, a soja e o azeite de oliva, por exemplo, ajudam a reduzir o colesterol ruim, o chamado LDL e as fibras dos cereais integrais, hortaliças com talos e frutas com casca, melhoram o funcionamento intestinal e reduzem o risco de doenças cardiovasculares e de câncer de cólon. Já o consumo de peixes ricos em ômega 3 (sardinha, salmão, atum, anchova etc) contribui para redução do risco de doenças cardiovasculares, tem ação antiinflamatória e melhora as funções vitais e mentais.

O consumo de alho reduz o LDL-colesterol e a pressão arterial, melhora o sistema imunológico e reduz o risco de câncer gástrico e o tomate é conhecido por sua atividade no combate e prevenção ao câncer de próstata. As frutas cítricas, chá verde, tomate, brócolis e pimentão contribuem na redução da incidência de câncer e tem ação vasodilatadora, antiinflamatória e antioxidante.

De um modo geral, é recomendado ter hábitos alimentares saudáveis com a inclusão de vegetais, frutas, cereais integrais nas refeições regularmente, uma vez que grande parte dos ingredientes funcionais está presente nesses alimentos. Outra recomendação da nutróloga é substituir em parte o consumo de carnes vermelhas e embutidos por carne branca, em especial os peixes ricos em ômega 3.

Para finalizar, a especialista ressalta que o consumo destes alimentos seja feito de maneira regular e esteja associado a um estilo de vida saudável, com dieta equilibrada e bem balanceada, unindo alguma atividade física para que possa causar os efeitos desejados. Para conhecer mais sobre os alimentos funcionais confira a tabela abaixo ou ainda as 16 Tabelas Nutricionais e Pirâmides Alimentares para referência

Composto

Ação

Alimentos onde é encontrado

Isoflavonas Ação estrogênica (reduz sintomas da menopausa) e anti-câncer Soja e derivados
Proteínas de soja Redução dos níveis de colesterol Soja e derivados
Ácidos graxos ômega-3 Redução do LDL – colesterol; ação antiinflamatória; é indispensável para o desenvolvimento do cérebro e da retina de recém nascidos Peixes marinhos como sardinha, salmão, atum, anchova, arenque, etc
Ácido a – linolênico Estimula o sistema imunológico e tem ação antiinflamatória Óleos de linhaça, colza, soja; nozes e amêndoas
Catequinas Reduzem a incidência de certos tipos de câncer, reduzem o colesterol e estimulam o sistema imunológico Chá verde, cerejas, amoras, framboesas, mirtilo, uva roxa, vinho tinto
Licopeno Antioxidante, reduz níveis de colesterol e o risco de certos tipos de câncer, como de próstata Tomate e derivados, goiaba vermelha, pimentão vermelho, melancia
Luteína e Zeaxantina Antioxidantes; protegem contra degeneração macular Folhas verdes (luteína). Pequi e milho (zeaxantina)
Indóis e Isotiocianatos Indutores de enzimas protetoras contra o câncer, principalmente de mama Couve flor, repolho, brócolis, couve de bruxelas, rabanete, mostarda
Flavonóides Atividade anti-câncer, vasodilatadora, antiinflamatória e antioxidante Soja, frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra, cereja
Fibras solúveis einsolúveis Reduz risco de câncer de cólon, melhora o funcionamento intestinal. As solúveis podem ajudar no controle da glicemia e no tratamento da obesidade, pois dão maior saciedade. Cereais integrais como aveia, centeio, cevada, farelo de trigo, etc; leguminosas como soja, feijão, ervilha, etc.; hortaliças com talos e frutas com casca
Prebióticos – frutooligossacarídeos, inulina Ativam a microflora intestinal, favorecendo o bom funcionamento do intestino Extraídos de vegetais como raiz de chicória e batata yacon
Sulfetos alílicos (alilsulfetos) Reduzem colesterol, pressão sanguínea, melhoram o sistema imunológico e reduzem risco de câncer gástrico Alho e cebola
Lignanas Inibição de tumores hormônio-dependentes Linhaça, noz moscada
Tanino Antioxidante, anti-séptico, vaso-constritor Maçã, sorgo, manjericão, manjerona, sálvia, uva, caju, soja
Estanóis e esteróis vegetais Reduzem risco de doenças cardiovasculares Extraídos de óleos vegetais como soja e de madeiras
Probióticos – Bífidobacterias e Lactobacilos Favorecem as funções gastrointestinais, reduzindo o risco de constipação e câncer de cólon Leites fermentados, Iogurtes e outros produtos lácteos fermentados

 

Referências:  BVS/MS


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Alimentação

One Comment

  1. […] abaixo os alimentos selecionados pela nutricionista, que podem auxiliar na redução do […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *