Home Bem-estar Saúde Psicologia A dificuldade em se criar laços

A dificuldade em se criar laços

4 min de leitura
0
0

Talvez o verdadeiro mistério da felicidade seja esse “ver com o coração”, ou seja, aceitar da forma que se é, sem tanto “mas” ou “porém”, sem tantas amarras ilusórias de controle daquilo que na verdade não controlamos.

pequeno_principe_cativar

Quem ainda não teve a oportunidade de assistir ao filme “O Pequeno Príncipe” está perdendo a chance de experimentar esse “olhar do coração”, pois de uma maneira simples e realista as experiências desse principezinho retrata uma das maiores questões do ser humano: a importância de cativar e ser cativado.

Se eu perguntasse as pessoas se elas andam cativando por aí, sabe o que elas me diriam?

Elas me diriam que não tem tempo, que possuem muitos afazeres, compromissos, datas, metas e todos os tipos de “prisões particulares” e assim, elas enfraquecem a sensibilidade de ver com o coração, mas o que elas querem dizer de verdade é outra coisa…Elas no fundo tem medo de se tornarem responsáveis, que  em outras palavras seria a dificuldade em criar laços.

Talvez essa dificuldade em criar laços seja pelo tempo/dedicação/entrega que o mesmo demanda, ainda mais nessa sociedade líquida que vivemos, que exige tudo muito rápido, respostas, urgências e todo tipo de problema que quer ser resolvido no ato, no instante que se vive.

Criar laço é algo sério, necessita  de tempo e compromisso e principalmente da vontade e permissividade de se deixar “tocar”, em outras palavras de se permitir “sentir”, sentir com a pele, com os olhos com o coração, com a alma.

E quando isso acontece, quando nos permitimos  que isso aconteça, somos cativados! E não há sensação melhor que sentir verdadeiramente algo com o coração, pois é uma sensação que te transforma no final.

Assim, tente diminuir a “urgência” e valorizar mais  a “experiência”  para que desta forma, você aumente a possibilidade de cativar e ser cativado, ou seja, de se tornar único para alguém e sentir a importância deste alguém em sua vida.

 

Lingia Menezes de Araújo
Psicóloga Clínica
Facebook
Tel.: (31) 3150 -9950 / 9576-9032 / 8671-1127
Contagem/MG

OBS: Todo o conteúdo desta e de outras publicações tem função informativa e não terapêutica.


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Psicologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

As alergias mais comuns na infância

Alergia alimentar, rinite, asma e urticária estão entre as alergias mais comuns entre as c…