Home Bem-estar Saúde Psicologia Inteligência emocional é um dos segredos para o sucesso

Inteligência emocional é um dos segredos para o sucesso

5 min de leitura
0
0

Como saber identificar e lidar com nossas emoções para não perder a cabeça nos relacionamentos profissionais, amorosos e familiares

Será que, para se dar bem na profissão basta ter competência técnica ou talento? Estudos científicos mostram que a inteligência emocional, uma habilidade que vem sendo muito requisitada em empresas de todo o mundo, é muito importante para nosso sucesso na carreira e também na vida como um todo.

“Inteligência emocional é nossa capacidade de identificar emoções em si mesmo e no outro, e também nossa capacidade de lidar com elas”, explica a especialista no assunto Chris Melchíades, da consultoria de desenvolvimento humano Fellipelli.

Ter inteligência emocional significa saber se comunicar bem, saber ouvir o outro, colocar-se no lugar do outro, ter iniciativa, ser persistente e lidar com frustrações: são habilidades que não aprendemos na escola, mas que podem ser treinadas.

Ataques de nervos repentinos, surtos de ciúmes com o namorado e intolerância com amigos estão entre os sintomas de uma pessoa que está precisando desenvolver sua Inteligência emocional.

“Emoções todos nós sentimos, mas o que nos diferencia um dos outros é a forma como reagimos a essas emoções. Inteligência emocional, em outras palavras, é o que você decide fazer com as emoções que sente sem se prejudicar e sem se prejudicar o outro”, acrescenta Chris Melchíades.

Emoções primárias – Divertida Mente

O filme de animação da Pixar “Divertida Mente” aborda o tema das emoções de forma muito clara e interessante. O longa-metragem conta a história de uma garotinha de 11 anos que enfrentou desafios quando os pais decidiram se mudar para outra cidade. Dentro do cérebro de Riley convivem várias emoções diferentes, como raiva, medo, tristeza, alegria, desprezo e nojo.

“O filme fala um pouco sobre como as emoções convivem dentro de nós e como elas impactam em nossa felicidade. Inteligência emocional, aliás, tem tudo a ver com felicidade e bem-estar. É possível treinar o cérebro e desenvolver a inteligência emocional”, afirma Chris Melchíades.

Isso é possível graças à plasticidade do cérebro, capacidade que o cérebro tem de aprender coisas novas, de se modificar, e nossa capacidade de mudar comportamentos. Quando você estuda a Inteligência Emocional e entende como você funciona, você passa a se entender melhor, a entender melhor o outro e a lidar melhor com todas as situações inusitadas e desafiadoras da vida.

Sobre Chris Melchíades
Sócia-fundadora da Fellipelli Consultoria Organizacional, Chris Melchíades é representante exclusiva, no Brasil, da certificação americana EQ-i 2.0, a primeira avaliação de Inteligência Emocional cientificamente validada no mundo.
Chris é conferencista em Fóruns e Seminários, Coach Executiva, Consultora nas áreas de Liderança, Desenvolvimento Humano e Carreira. Dedica-se a desenvolver estratégias e soluções de valor, para orientar e inspirar as pessoas a atingirem novos níveis de engajamento, produtividade, relacionamento e bem-estar.


Recomendados


Comentário(s)

  • Escolas aproveitam a Copa para ensinar a lidar com as emoções

    Levar a Copa do Mundo para a sala de aula é um recurso pedagógico eficaz, já que o tema de…
  • O sucesso segundo Osho

    “ … a primeira coisa que eu não digo é que, seguindo o guia interior da sua intuição, você…
Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Psicologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Escolas aproveitam a Copa para ensinar a lidar com as emoções

Levar a Copa do Mundo para a sala de aula é um recurso pedagógico eficaz, já que o tema de…