Home Bem-estar Saúde Uso do Canabidiol livre de THC para tratamento de doenças neurológicas

Uso do Canabidiol livre de THC para tratamento de doenças neurológicas

8 min de leitura
0
0

Nas últimas décadas, a indústria farmacêutica vem se dedicando à identificação dos componentes químicos da Cannabis para conhecer quais têm potencial terapêutico no tratamento de várias doenças, e de que modo é possível isolá-los dos componentes psicogênicos, a fim de obter um medicamento eficaz e seguro.

CANABIDIOL X THC

Neste sentido dois canabinóides foram identificados:

  • o Canabidiol (CBD), componente não psicoativo e presente em maior quantidade na Cannabis
  • o Tetraidrocanabinol (Δ9 THC), considerado o composto mais psicoativo e que determina a situação toxicológica da Cannabis.

Enquanto o THC é um alucinógeno potente, capaz de alterar a atividade cerebral e de provocar alucinações, entre outros efeitos, o Canabidiol isolado tem demonstrado resultados positivos no tratamento de várias doenças de foro neurológico e psiquiátrico e no controle de dor crônica por atuar sobre o sistema endocanabinoide, via dois receptores canabinoides, CB1 e CB2, mimetizando os efeitos dos canabinoides endógenos, ou seja, sintetizados pelo próprio organismo humano, a anandamida (AEA) e araquidonoil-2-sn-glicerol (2-AG).

Este sistema está envolvido em vários processos fisiológicos como a modulação de todos os eixos endócrinos mediados pelo hipotálamo, a regulação da atividade motora, o controle de processos cognitivos, a modulação da resposta inflamatória e imunológica, a ação anti-proliferativa em células tumorais, o controle do sistema cardiovascular e controle da homeostasia (equilíbrio).

Além disto, o Canabidiol provoca a ativação direta ou indireta de receptores metabotrópicos de serotonina e adenosina.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CANABIDIOL?

Apesar da ação do CBD ainda não ter sido elucidada, este composto vem sendo utilizado em várias pesquisas em todo o mundo e como aliado no tratamento de diversas doenças neurológicas como Epilepsia, Parkinson, Autismo, Esquizofrenia e Dores Neuropáticas e também nos tratamentos da Síndrome de Down, Ansiedade, Síndrome do Pânico, Transtorno Pós-Traumático e Dependência Química, entre outras patologias.

POR QUE PURODIOL É DIFERENTE?

Por ser um Canabidiol isolado, com grau de alta pureza (>99,5%) e ISENTO de THC, o Purodiol possui as mesmas qualificações farmacêuticas que um medicamento e tem biodisponibilidade 4 vezes maior em relação ao uso do CDB em pó, o que significa que há uma redução no seu tempo de absorção.

Dissolvido em óleo de milho e 100% natural é produzido pela empresa Purodiol que possui toda a verticalização do processo que inclui desde o cultivo da Cannabis em áreas próprias e orgânicas até o envio do extrato para a Inglaterra onde o CDB é isolado e purificado. Em seguida, o Canabidiol é enviado para Viena, na Áustria, onde passa por testes de qualidade e recebe a certificação da empresa farmacêutica parceira, a Hubertus Pharma.

Oferecido em frascos com 30 ml, possui as dosagens de 50mg/ml (PURODIOL 50) e 200 mg/ml (PURODIOL 200) e os produtos vêm com folheto informativo em português e seringas dosadoras para permitir que a titulação de doses ao paciente seja feita de forma segura e com rastreabilidade para o médico.

TEM EFEITOS COLATERAIS?

Sendo o Canabidiol isolado de alta pureza e livre de THC, não possuí o efeito psicogênico e toxicológico associado à planta Cannabis. Vários estudos sugerem que o Canabidiol não é tóxico e não induz mudanças na ingestão de alimentos, não induz a catalepsia, não afeta os parâmetros fisiológicos, não afeta o trânsito gastrointestinal e não altera funções psicomotoras ou psicológicas.

TEM IMPORTAÇÃO LIBERADA?

O Purodiol pode ser importado de acordo com as condições estabelecidas pela ANVISA na RDC 17, de maio de 2015, e a empresa mantém no Brasil um Serviço de Apoio ao Consumidor (SAC) para fornecer mais informações para médicos e consumidores, além de dar todo suporte nos processos de importação do produto e junto à Anvisa.


Recomendados


A ferramenta essencial de AutoDesenvolvimento pessoal

10 Compart.

Comentário(s)

  • Farol das Orcas

    5 filmes da Netflix que abordam doenças neurológicas

    O cérebro humano tem muitos mistérios. Parkinson, Alzheimer, Autismo e Esclerose Lateral A…
Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

5 filmes da Netflix que abordam doenças neurológicas

O cérebro humano tem muitos mistérios. Parkinson, Alzheimer, Autismo e Esclerose Lateral A…