Home Bem-estar Saúde Você sabia que a Síndrome do Intestino Irritável pode ter relação com intolerância à lactose?

Você sabia que a Síndrome do Intestino Irritável pode ter relação com intolerância à lactose?

10 min de leitura
0
0

Com sintomas semelhantes, as pessoas nem sempre procuram diagnóstico e convivem com a doença sem tratamento; especialista explica diferenças e quando é possível minimizar desconfortos como diarreia.

Síndrome do Intestino Irritável pode ter relação com intolerância à lactose

No mundo, por volta de 60% a 70% da população possui dificuldade de digestão ou deficiência da enzima lactase, sendo então intolerante à lactose. Já a Síndrome do Intestino Irritável (SII) é a mais frequente doença funcional gastroenterológica e acomete 10% a 20% da população.

Não se sabe ao certo quantas destas pessoas terão acesso a diagnóstico e tratamento, mas as doenças têm um fator em comum: os principais sintomas. Eduardo André, Doutor pela FMUSP e Pós-Doutor em Gastroenterologia pela Universidade de Londres esclarece as diferenças entre as condições e quando é o momento de buscar tratamento.

O especialista afirma que a Síndrome do Intestino Irritável (SII) é um distúrbio do trato digestivo, que se caracteriza pela modificação da função intestinal.

Os sintomas típicos são: desconforto ou dor abdominal, geralmente localizados na região baixa do abdômen, associados à alteração do hábito intestinal, com constipação, diarreia ou alternância de uma e outra.

Sinais muito parecidos com os de intolerância à lactose. Neste caso, pessoas com deficiência da lactase, açúcar do leite, também costumam ter diarreia ou constipação, mas após o consumo de leite e derivados.

O Dr. Eduardo André explica que as duas condições demandam atenção e necessitam de acompanhamento médico.

“Há pessoas que se afastam do convívio social pelo receio dos sintomas e não buscam diagnóstico e tratamento. Para minimizar os desconfortos, há alternativas que ofereçam mais qualidade de vida aos pacientes”.

Como tratar?

O médico alerta para outro fato importante: “pode existir ainda uma sobreposição de ambas, isto é, alguém que possua SII pode, ao mesmo tempo, ser intolerante e vice-versa. O tratamento de cada condição, porém, é muito diferente e, por isso, exige um correto diagnóstico”.

Para pacientes com a síndrome, a terapêutica vai depender da natureza e intensidade dos sintomas, do grau de comprometimento funcional e dos fatores psicossociais envolvidos. Cada vez mais, medidas de atenção primária, aquelas que refletem o melhor controle, são tomadas. Deste modo, a maneira mais adequada de tratar é por meio de uma abordagem ampla, integral e individualizada.1

Já na intolerância à lactose, a opção é utilizar a enzima lactase, suplementação que pode ser utilizada diariamente.

Ela auxilia a digestão do açúcar do leite e derivados. “No mercado, existem diversas apresentações. Como médico, indico suplementos que possuam estudo clínico de eficácia comprovada, como a Perlatte, da Eurofarma”.

Para finalizar, o Dr. André lembra que “após perceber a existência de algum desconforto como os que mencionamos, o ideal é procurar auxílio médico para investigação diagnóstica. As condições, atualmente, não têm cura, mas é possível minimizar os sintomas proporcionando liberdade e bem-estar”.

A intolerância à lactose

Segundo pesquisa conduzida pelo DataFolha, 35% da população com idade acima dos 16 anos, cerca de 53 milhões de pessoas, informam ter desconforto digestivo após o consumo de derivados do leite. No mundo, por volta de 60% a 70% da população possui dificuldade de digestão ou deficiência da enzima lactase.1

A pesquisa mostra que, entre pessoas que relataram algum tipo de desconforto gastrointestinal, 88,2%, jamais receberam um diagnóstico médico, a maioria homens com mais de 35 anos.

Apenas 4% das pessoas relataram terem ido procurar ajuda médica e, dentre esses, 1% foi diagnosticado com Intolerância à lactose, o que corresponde a 1,5 milhão.1

As mulheres, por outro lado, apresentam maior incidência da doença, correspondendo a 59% dos casos.

É importante, portanto, ficar alerta ao que desencadeia sintomas e, quando necessário, procurar atendimento por um profissional da área.

Sobre o Grupo Eurofarma

Com 46 anos de existência, o Grupo Eurofarma é a primeira multinacional farmacêutica brasileira com capital 100% nacional, sendo reconhecido pela comunidade médica e sociedade por promover o acesso à saúde e à qualidade de vida com tratamentos a preço justo, qualidade e inovação. Presente em 20 países, atua nos segmentos de Prescrição Médica e Isentos de Prescrição, Genéricos, Hospitalar, Licitações, Oncologia, Veterinária e Serviços a Terceiros. No Brasil, o portfólio é representado por 335 marcas, em 844 apresentações, contemplando 28 especialidades médicas e 148 classes terapêuticas.

Para mais informações, visite www.eurofarma.com.br
Facebook: @eurofarma | LinkedIn: @eurofarma | Instagram: @eurofarma_br

Pesquisa recente conduzida pelo instituto DataFolha com o intuito de identificar o grau de conhecimento da população brasileira sobre a intolerância à lactose. Foram entrevistadas 2091 pessoas, entre 28 de Junho e 01 de Julho de 2016, em 132 municípios distribuídos por todo o País.

Síndrome do intestino irritável – Impacto sobre a qualidade de vida e Abordagem terapêutica. Acesso em: julho/18. Disponível em: http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=2507&fase=imprime

Síndrome do Intestino Irritável – Ênfase ao Tratamento. Acesso em: julho/18. Disponível em: http://files.physis4.webnode.com/200000057-8e9ac90311/S%C3%ADndrome%20do%20intestino%20irrit%C3%A1vel_%C3%8Anfase%20ao%20tratamento.pdf

Estudo feito por: Tadeu Fernando Fernandes (Especialista em Pediatria pela AMB/SBP. Pesquisador em Nutrição Clínica. Presidente do Departamento de Pediatria Ambulatorial da Sociedade Brasileira de Pediatria). Acesso em: maio de 2018. Disponível em: http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=6149

Folheto Perlatte. Disponível em: http://www.eurofarma.com.br/wp-content/uploads/2016/10/perlatte-folheto.pdf


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Como lidar com a Síndrome do Intestino Irritável? Especialista esclarece diagnóstico e tratamento

Adotar uma dieta com alimentos de baixa fermentação, como aqueles isentos de glúten, auxil…