Home Bem-estar Quais os Melhores Exercícios Físicos para Idosos

Quais os Melhores Exercícios Físicos para Idosos

11 min de leitura
0
0

A prática de exercícios físicos não tem idade. Todos podem se beneficiar das atividades que fazem bem para a saúde, para a mente e para o bem-estar, mas cada etapa da vida precisa de cuidados essenciais para não prejudicar o corpo.

Quais os melhores exercícios físicos para idosos

Isso quer dizer que a terceira idade também precisa se movimentar, com exercícios adequados para suprir as suas necessidades.

O número de brasileiros com 65 anos ou mais deve aumentar quatro vezes no Brasil até 2060.

Isso quer dizer que, até lá, 25% da população será de terceira idade, e, para que mantenham uma boa qualidade de vida e a expectativa de vida alta, o exercício físico deve ser um aliado desde cedo.

Quem pratica há bastante tempo tem um bom condicionamento físico, coordenação motora e resistência, além de lidar melhor com as frustrações, características que fazem a diferença no processo de envelhecimento.

Para os idosos, há benefícios que impactam diretamente na autonomia do seu dia a dia: o risco de quedas diminui, pois eles melhoram a mobilidade e a estabilidade; o descontentamento com a vida é reduzido graças à liberação de endorfina, conhecida como o hormônio da felicidade; e sua saúde melhora, pois os exercícios físicos para idosos equilibram o colesterol, a pressão arterial e a gordura corporal, e ainda ajudam a prevenir e a reverter doenças cardíacas, vasculares e diversos tipos de câncer.

No entanto, para que as atividades físicas tenham um resultado benéfico na vida de homens e mulheres com mais de 65 anos de idade, os exercícios precisam ser adaptados, pois um idoso não tem mais a mesma capacidade física que possuía em sua juventude, aos 25 anos.

Para eles, é ainda mais importante passar por um check up médico antes de começar a praticar e regular a dieta com auxílio de um nutricionista para poder encarar atividades durante 45 minutos, cinco vezes por semana, sendo dois dias de aeróbios e três dias de fortalecimento muscular.

Embora quase todos os esportes possam ser praticados pela terceira idade, algumas atividades físicas são as mais recomendadas para conquistar seus objetivos. Conheça quais são e o que elas proporcionam para a vida de quem já passou dos 65 anos:

Caminhada

Muito lembrada por acelerar o pacato metabolismo dos idoso e auxiliar na queima calórica, a caminhada ajuda o sistema circulatório e o respiratório a trabalharem de forma muito mais eficiente.

Ela também fortalece os músculos, principalmente os das pernas, essenciais para que os idosos se locomovam de forma independente.

No entanto, se o idoso tiver problemas nas articulações, é melhor evitar essa atividade.

O ritmo não precisa se intenso nem o terreno de alta dificuldade.

O ideal é circular pelo bairro utilizando um bom tênis esportivo e tomando cuidado com os obstáculos no caminho. Dependendo do trajeto, é possível interagir com os vizinhos e amigos, aprimorando as habilidades sociais e deixando a solidão para trás.

Hidroginástica

A hidroginástica ajuda a fortalecer a musculatura e diminui a perda de massa óssea.

Esse é um dos melhores exercícios físicos para idosos que possuem problemas ósseos e de articulação, pois o impacto é ainda mais baixo que a caminhada.

Já o contato com a água causa vasodilatação nas vias respiratórias, o que diminui a sensação de falta de ar.

Antes de inscrever-se em uma academia dessas, é preciso verificar se a manutenção da piscina é feita corretamente.

A limpeza deve ser feita diariamente e a quantidade de produtos químicos utilizada não deve ser excessiva.

Além disso, o piso no entorno não pode ser escorregadio demais.

Alongamentos

Eles devem ser feitos antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, mas também podem ser praticados de forma avulsa até mesmo dentro de casa.

Os alongamentos são capazes de prevenir lesões e permitir o ganho de amplitudes essenciais para outras práticas como ioga e musculação.

Mesmo uma sequência simples de alongamentos permite trabalhar todo o corpo: colocar um pé na frente do outro e se debruçar até o chão alonga a perna e a parte superior das costas, esticar o braço para a lateral e segurar o cotovelo com a outra mão movimenta ombros, sentar-se no chão com as pernas esticadas e tentar alcançar a ponta dos pés permite alongar coxas, panturrilhas e braços, enquanto que soltar o corpo de um lado para o outro delicadamente alivia a tensão de todo o tronco.

Academia ao ar livre

Quem passou dos 65 pode frequentar uma academia ao ar livre para praticar musculação nos equipamentos instalados.

Esses espaços a céu aberto e perto de áreas verdes, permitem ao idoso praticar o exercício no seu ritmo.

Para fortalecer os músculos e, muitas vezes, recuperar movimentos que foram se perdendo ao longo do tempo, é preciso verificar as instruções corretas de uso dos equipamentos.

Os melhores são o supino reto, a remada e o agachamento, capazes de trabalhar membros superiores e inferiores.

Pilates, Yoga ou Tai Chi Chuan

O trio de atividades é uma boa opção para idosos que precisam melhorar a flexibilidade e o equilíbrio.

Também ajudam a aliviar dores, a aumentar a concentração e a torná-los mais resistentes.

Os exercícios também são recomendados pois são relaxantes e permitem que a terceira idade aprenda a ficar menos estressada também no dia a dia.

Todas essas práticas permitem que o idoso evolua no seu próprio ritmo.

Isso é muito importante para a saúde psicológica da terceira idade, que se sente estimulada a praticar mais para adquirir novas capacidades.

 

Fonte: Ginast


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Espaço no RJ oferece aulas gratuitas de Yoga para alunos com câncer

Em tempos acelerados como o nosso, muitas vezes não encontramos a brecha necessária para c…