Home Consciência As crises existenciais como oportunidades de crescimento

As crises existenciais como oportunidades de crescimento

6 min de leitura
1
0

Questionamentos sobre temas primordiais da vida tendem a gerar, em nós, momentos de mudanças profundas – em geral, as mais estruturantes de nossa jornada, seja no campo pessoal, profissional ou familiar.

As crises existenciais como oportunidades de crescimento

 

“Este processo faz parte da complexidade humana e a isso chamamos de ‘crise existencial’”, explica Flávio Resende, brasiliense especialista em Life Coaching.

Segundo ele, normalmente, são nestes trechos da caminhada que o ser humano mais cresce. “Chega a soar estranho, mas a partir da crise, nos reinventamos e descobrimos uma nova forma de atuar em situações que, antes, pareciam intransponíveis”, explica.

O coach defende que crises existenciais são muito comuns depois de grandes perdas e mudanças. “A crise vem com o medo e também quando objetivos e “verdades” que prosseguíamos deixam de existir ou simplesmente não fazem mais sentido, considerando a nossa coerência interna.

“Quando colocamos em xeque a solidez de nossas próprias crenças, tendemos a acionar o gatilho da crise interna. E neste contexto, encontramos respostas na mudança ou encaminhamo-nos para um abismo profundo, às vezes, sem volta.

Segundo Flávio, “depois de uma crise, podemos encontrar respostas ou simplesmente aceitar que não conseguiremos ter controle sobre o futuro”. Para o coach, só é possível resolver uma crise, encarando-a.

“A nossa tendência é fugir, por medo das incertezas, buscando subterfúgios para minimizar a sensação de medo e de dor. Quando tomamos a consciência de que tudo passa e que precisamos nos energizar com o que nos faz bem, as coisas tendem a melhorar”, orienta o especialista.

“A crise, se encarada e explorada por um prisma mais positivo, pode transformar a dificuldade em benefício”, acredita o coach.

A partir destas reflexões, Resende preparou uma lista de dicas para transformar as crises existenciais em algo positivo:

  • Precisamos entender que a crise é algo inerente à vida e que fugir dela não é uma solução;
  • A crise é um caminho que pelo menos uma vez na vida vamos trilhar;
  • Buscar a saída de uma crise existencial é um exercício de humildade, uma vez que a crise é um indicativo de que não somos autossuficientes. Portanto, não tenha vergonha de procurar ajuda;
  • A crise deve ser vista como um ponto para nos lembrar que não temos controle de nada nesta vida;
  • A crise é a oportunidade ideal para que crenças cristalizadas sejam revistas e que a nossa fé seja fortalecida;
  • A crise nos traz dúvidas, às vezes nunca enfrentadas antes. Portanto, deve ser vista também como um momento de encontro consigo mesmo, de promoção de autoconhecimento;
  • Acima de tudo, é necessário entender que a crise é uma oportunidade de crescimento e que ao sairmos dela, tornamo-nos pessoas mais fortes;

 

Sobre o coach Flávio Resende – Flávio Resende, 38 anos, é coach ontológico, pós graduado pela Homero Reis & Consultores. Sua especialidade são as áreas de Life Coaching (o Coaching de Vida, um processo que potencializa as habilidades do coache para que ele possa ampliar as suas conquistas em todas as áreas de sua vida, focando no aumento de performance, no aperfeiçoamento do comportamento e do pensamento, e nos resultados) e Coaching Empresarial (outra modalidade de coaching direcionada a empresários, que consiste em auxiliar, por meio de técnicas, ferramentas e práticas do Coaching. O foco do trabalho é para que estes profissionais desenvolvam novas habilidades e as competências necessárias para o alcance de alta performance no ambiente empresarial).


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Consciência

One Comment

  1. AS CRISES EXISTENCIAIS COMO OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO | FORÇA. FÉ. CORAGEM.

    30 de julho de 2016 at 17:40

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Conexão entre corpo, mente e autoestima: um desafio diário

Para fazer as coisas acontecerem na vida, é necessário buscar o equilíbrio entre três elem…