Home Consciência Felicidade Felicidade é maior entre pessoas com objetivos claros

Felicidade é maior entre pessoas com objetivos claros

4 min de leitura
0
0

É fundamental manter contatos com a família, com amigos e com indivíduos com ideias parecidas, pessoas com as quais você sente algum tipo de conexão significativa.

Sair ou ficar?

Pesquisadores da Universidade de Indiana (EUA) resolveram comparar as estratégias de relacionamento usadas por estudantes extrovertidos e seus colegas menos afetos à sociabilidade em conjunto.

Eles queriam descobrir qual grupo se sentia mais feliz e o que determinava essa felicidade.

Eles descobriram que as pessoas que são menos “saídas” sentem que sua felicidade depende mais de suas conexões com a família e com os amigos ou de estratégias cognitivas, como o pensamento positivo.

Já as demais avaliam que sua felicidade depende muito de festas e de beber com os amigos.

Fique junto com os seus

“Você não tem que sair e ir para uma festa para ser feliz. Mas é isso o que os estudantes sentem que precisam fazer, principalmente quando chegam à universidade,” disse Bernardo J. Carducci, coautor da pesquisa.

Por outro lado, é fundamental manter contatos com a família, com amigos e com indivíduos com ideias parecidas, pessoas com as quais você sente algum tipo de conexão significativa.

“Podem ser pessoas em clubes a que você pertence, como pessoas com o mesmo passatempo, o clube de astronomia ou pessoas com quem você pratica esportes,” diz Carducci.

Objetivos claros

Em um segundo estudo, Carducci descobriu que os estudantes universitários que são orientados a objetivos bem definidos também tendem a ser mais felizes do que seus colegas menos focados.

“Quando você olha para o que essas pessoas fazem de forma diferente umas das outras, as pessoas que se esforçam para alcançar objetivos pessoais se envolvem em um lazer mais dirigido, em vez de sentar e ver televisão,” disse Carducci.

“Eles não vão a festas tanto quanto os outros. Eles passam mais tempo naquilo que chamamos de ‘reflexão espiritual’. Eles escrevem nos jornais estudantis. São o tipo de pessoas que tendem a ser mais felizes. Estas também são as pessoas que mais terminam os cursos na faculdade,” conclui o pesquisador.

 

via Diário de Saúde


Recomendados


A ferramenta essencial de AutoDesenvolvimento pessoal

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Felicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

No Dia Mundial da Síndrome de Down assista ao filme ‘Cromossomo 21’

Produção sobre o distúrbio genético está disponível no Looke Nessa quinta-feira, 21 de mar…