Home Consciência Os Sete Princípios da Huna – 4. MANAWA

Os Sete Princípios da Huna – 4. MANAWA

20 min de leitura
3
0

Esta é uma série de sete artigos baseados nos sete princípios havaianos de vida da tradição Huna.

Huna é um termo havaiano para “segredo”. Mas a sua aplicação prática o torna um método universal para o crescimento e realização que está longe de ser “psicologuês”. Esta série discute os 7 princípios da Huna os quais são:

IKE – O mundo é o que você pensa que é
KALA – Não existem limites, tudo é possível
MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai
MANAWA – Agora é o momento de poder
ALOHA – Amar é ser feliz com
MANA – Todo o poder vem de dentro
PONO – Eficácia é a medida da verdade

Este é o quarto artigo desta série seguindo os três últimos artigos sobre os princípios Huna: IKE, KALA e MAKIA. Não deixe de ler estes artigos, uma vez que posso me referir a eles. Também é bom entender o conteúdo desses outros artigos para compreender melhor o princípio 4 – MANAWA ou “Agora é o momento de poder”.

Vamos lá!

4. MANAWA – Agora é o momento de poder

O que molda sua realidade atual?

se-nao-agora-quando

Existem várias crenças sobre como o nosso passado molda o nosso presente. Desde o conceito oriental de Karma , onde suas boas ou más ações moldam o seu presente e você tem que comer esses frutos do “Karma” (ou seja, você tem que descobrir as consequências positivas ou negativas de suas ações passadas) até a crença ocidental de que o nosso presente é moldado através de nossos genes ou nossa educação precoce, e, portanto, controlado principalmente por influências externas ao nosso próprio poder.

A tradição xamânica Huna tem um ponto de vista muito diferente sobre o que molda a sua realidade atual. Não é o passado que moldou o que você é hoje, nem tem dado a você o que você tem agora.

Suas crenças atuais, decisões e ações relacionadas a si mesmo e ao mundo ao seu redor formam a sua consciência do mundo e de si mesmo e isso define a sua experiência atual.

Huna não nega a influência do Karma, mas ele só funciona no Agora. Portanto, não significa “comer os frutos do Karma” para os próximos 20 anos, é só sobre este momento, onde o Karma tem a sua influência – a menos que você não possa usar este momento e carregue o efeito do Karma para o momento seguinte e assim por diante.

A nossa experiência presente sobre nós mesmos e sobre nosso mundo reflete diretamente nosso comportamento mental e físico neste momento.

Graças à nossa memória que pode trazer mais padrões habituais do dia a dia, cada dia, cada segundo é um novo momento da criação e todo hábito pode ser mudado agora – neste momento. No entanto isso não significa que seja fácil.

Seus genes definem um menu completo de características e opções a partir das quais você pode escolher o que representa você no presente. Suas crenças e intenções escolhem deste buffet de possibilidades a que ressoa com aquelas crenças.

Seus pais não definem sua realidade atual, mas o que você pensa sobre eles e como você reage a essas crenças.

A Huna não nega o fator de influência do passado, seus genes ou seus pais -, mas sua reação a esses fatores é o que molda a sua realidade atual.

Tomemos um exemplo. Duas pessoas criadas por seus pais com espancamento e lotes regulares de atos violentos. Cada um deles tem sempre a escolha de como reagir (isso não significa que eles poderiam fugir da situação apenas por desejar), enquanto ambos sentem-se esmagados pela situação, um pode posteriormente, também desenvolver uma disposição violenta, o outro pode tomar a decisão de nunca deixar que isso toque sua alma e se tornar uma pessoa amorosa para o resto de sua vida.

Corolário: Tudo é relativo

Agora é o momento de poder – mas como definimos esse agora?

Gostaria de continuar com a definição de agora sendo “A área de consciência atual” . Isso pode ser este segundo, minuto, hora, dia, semana, mês ou ano, dependendo do seu foco. Isso também poderia incluir o passado e o futuro , porque o nosso  foco pode viajar para esses momentos e, portanto, colocar a nossa área de consciência atual no passado ou no futuro. No entanto, isto seria sempre o passado/futuro em relação ao momento atual. E uma vez que definimos o agora como o momento de poder, onde a mudança pode acontecer, também será possível alterar o passado, bem como o futuro no momento presente.

Corolário: Poder aumenta com a consciência sensorial

A maioria das pessoas gasta uma grande quantidade de tempo, não estando consciente no presente. Sua mente vagueia para as memórias do passado e os sonhos do futuro.

Enquanto sonhar e definir é uma parte necessária e alegre do processo há apenas
um tempo onde o seu poder está – no Agora! Você precisa agir hoje para criar o amanhã. Mas mesmo ‘não agir’ é uma ação, que vai levar a um futuro – infelizmente não o futuro que você deseja, mas um futuro de tristeza e arrependimento.

Se você concentrar a sua atenção (ver Makia) em suas carências do passado, então você não terá o poder de se esforçar para a frente ou o esse comportamento que mantem você para baixo aumentará.

Por outro lado, se você olhar para o futuro com medo, medo do fracasso, você vai perder a coragem necessária para dar saltos para o futuro ou novamente os padrões de comportamento que levam ao fracasso vão crescer mais fortes (apesar de ser o que você quer evitar a todo custo).

E, embora sonhar, planejar e até mesmo sonhar acordado têm o seu lugar para preparação ou relaxamento, passar muito tempo nisto sempre diminui o seu poder e potencial de criar.

Etapas de ação para Makia

Tudo isso pode ser mudado, redirecionando o foco de sua atenção atual para o aqui e agora. Mas como você faz isso? É uma questão de se tornar consciente de sua entrada sensorial.

Passo 1: Treine sua consciência sensorial
Observe o que você está vendo, o que chega ao seu ouvido e seu paladar, tato e olfato neste momento. Esta é a informação com a qual você pode lidar no momento atual.

Tente perceber ainda mais detalhes cada vez que você olha para alguma coisa, ouve uma peça de música, toca em algo. Torne-se plenamente consciente disso.

Como um exemplo, agora que eu estou escrevendo este texto, eu envio o meu foco de atenção (ver o último artigo sobre Makia ) para os meus dedos no teclado. Onde posso sentir o verdadeiro toque de cada tecla pressionada, a superfície de cada tecla é um pouco diferente, já que eu a pressiono de diferentes ângulos. Ao mesmo tempo, este toque evoca uma sensação dentro de mim, que eu acho bastante confortável.

Eu também posso sentir meu corpo e um leve formigamento e tensão de energia que há dentro. Também estou ouvindo a trilha sonora de “A Lista de Schindler”, enquanto estou escrevendo isto e embora tenha sido pensado como música de fundo posso tomar consciência dos sentimentos e pensamentos que são evocadas pelos violinos. E eu poderia continuar e continuar descrevendo diferentes informações sensoriais que eu poderia focar agora, mas eu acho que você já entendeu.

Algumas pessoas têm feito isso tão pouco que para tornar-se consciente de suas sensações hoje em dia é necessário alguma forma específica de meditação. Mas, novamente, isso é algo que você não tem que praticar muito formalmente. Há informações sensoriais ao seu redor o tempo todo.

E uma vez que “A energia flui para onde a atenção vai” (Princípio 3) focar sua mente em seu input sensorial irá aumentar a sua capacidade de ver, ouvir, saborear, tocar e cheirar melhor. Isso é o que um artista faz conscientemente treinando para ver mais do que uma pessoa comum.

Isso pode ser treinado de tal forma que você será capaz de experimentar a energia que há em qualquer coisa, tornando-se consciente dela totalmente.

Passo 2: foco no que você pode fazer agora
Para trazer a sua consciência para o agora e conseguir se concentrar no que precisa ser feito, você vai precisar capturar-se através do questionamento “Qual é o menor passo que posso fazer agora, nos próximos minutos para trazer-me mais perto da minha visão“.

Você vê que há um momento em que você cria a sua visão, mas uma vez que está no lugar, você precisa se concentrar no caminho para chegar lá. Se você vai a um destino, você não fica constantemente verificando o mapa. Você recebe a direção geral e depois passa 99,9% do tempo caminhando passo a passo. E embora o seu destino possa estar a quilômetros de distância, no Agora você pode apenas dar um passo pequeno.

Muitas vezes as pessoas estão sobrecarregados pelo tamanho de um projeto ou objetivo. Isso é porque elas têm definido o objetivo e alguns marcos, que ainda significam enormes saltos. Mas para chegar aos marcos você precisa fazer etapas físicas básicas.

Então, ao invés de definir “devo limpar a garagem”, pergunte a si mesmo: “Qual é o menor passo que posso fazer agora, nos próximos minutos para chegar mais perto de uma garagem limpa?” Isso poderia ser tão fácil como “entrar na garagem” … então “colocar uma caixa para fora” e depois “Classificar coisas para manter e coisas para o lixo” … então … você alcança o resultado.

Apenas Jogue o Arquivo Fora
Se você se sentir sobrecarregado um ótimo conceito que eu peguei de Mark Forster é chamado de “Apenas jogue o arquivo fora”. A premissa é você se comprometer com o primeiro passo e de lá ver, se você sente vontade de continuar. Isso poderia ser tão fácil como “jogue o arquivo fora” ou “vista-se para o exercício”.

Depois de ter o arquivo na frente ou ter se vestido para o exercício, você muitas vezes vai continuar a fazer a coisa que você rejeitou a apenas 5 minutos atrás. Mas se você não tem vontade de fazer mais, então não o faça – a menos que haja um prazo associado a ele.

Traduzido e adaptado do post original de Patrick Stoeckmann do blog Unwrap Your Mind

 

Confira os 7 Princípios da Huna:

IKE – O mundo é o que você pensa que é
KALA – Não existem limites, tudo é possível 
MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai
MANAWA – Agora é o momento de poder (este artigo)
ALOHA – Amar é ser feliz com
MANA – Todo o poder vem de dentro
PONO – Eficácia é a medida da verdade


Recomendados


A ferramenta essencial de AutoDesenvolvimento pessoal

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Consciência

3 Comentários

  1. […] KALA – Não existem limites, tudo é possível MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai MANAWA – Agora é o momento de poder ALOHA – Amar é ser feliz com MANA – Todo o poder vem de dentro PONO – Eficácia é a medida […]

    Reply

  2. […] KALA – Não existem limites, tudo é possível MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai MANAWA – Agora é o momento de poder ALOHA – Amar é ser feliz com MANA – Todo o poder vem de dentro PONO – Eficácia é a medida […]

    Reply

  3. […] MANAWA – Agora é o momento de poder […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Os Sete Princípios da Huna – 7. PONO

Sétimo e último princípio da filosofia Huna: PONO - Seus meios devem estar sempre em alinh…