Home Consciência Os Sete Princípios da Huna – 5. ALOHA

Os Sete Princípios da Huna – 5. ALOHA

28 min de leitura
4
0

Dando sequência aos 7 Princípios Huna de vida, vamos ao quinto: ALOHA.

IKE – O mundo é o que você pensa que é
KALA – Não existem limites, tudo é possível
MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai
MANAWA – Agora é o momento de poder
ALOHA – Amar é ser feliz com
MANA – Todo o poder vem de dentro
PONO – Eficácia é a medida da verdade

Também é bom entender o conteúdo desses outros artigos para compreender melhor o princípio 5 – ALOHA ou “Amar é ser feliz com”.

aloha

5. ALOHA – Amar é estar feliz com

O amor é uma palavra que as pessoas, muitas vezes, têm problemas porque ela é usada de muitas maneiras diferentes. Pode indicar:

  • profundos sentimentos emocionais (eu te amo)
  • conexão emocional (Eu amo meus pais)
  • uma sensação de segurança espiritual (Deus me ama)
  • prazer e desejo (Eu amo esse chocolate)
  • adoração (Eu amo meus heróis em quadrinhos)
  • paixão sexual (Quero fazer amor com você)
  • uma intenção (Eu adoraria fazer isso)
  • um mecanismo de controle (Se você me ama, então você faz isso…)
  • e muito mais

Às vezes, os efeitos colaterais do amor descritos nos romances ou músicas nos remetem a deficiência de vitamina ou doenças agudas (falta de sono, perda de apetite, palpitações cardíacas, tonturas, febre, resfriados, surtos repentinos de transpiração, etc).

Com Huna no entanto, a definição de amor é muito clara. A palavra havaiana para o amor é Aloha. É um composto de “alo”, que significa “estar junto, compartilhando e experienciando no aqui e agora” e “oha”, que significa “simpatia, alegria”.

Portanto, o significado de amor ou aloha é “experimentando alegria com …”.

Com esta definição o amor existe sempre que você está experimentando alegria com o objeto do seu amor.

Para Huna ser feliz vem do amor, ser infeliz vem do medo, raiva e desespero.

  • O amor não faz as palmas das mãos suarem – quem faz isso é o medo.
  • O amor não faz mal a você (apesar da clássica canção “Love Hurts – Nazareth“) – a raiva faz.

O amor lhe dá um sentimento de alegria e felicidade, e a intensidade desses sentimentos se correlacionam com a intensidade e profundidade do seu amor.

Amar profundamente significa experimentar uma forte ligação. Profundidade e clareza da conexão crescem na mesma proporção em que você é capaz de liberar o medo, a raiva e o desespero.

Corolário: Amor cresce quando seu julgamento diminui

Sempre que há um aumento no medo, na raiva ou dúvida, há também um aumento na nossa vontade de julgar ou criticar. Estas são as causas de separação que levarão a um declínio do amor.

O que mata todo relacionamento?
Dê uma olhada para trás em seus relacionamentos que não deram certo – não começa sempre com críticas e julgamentos? Não importa se era algo tão banal como não levar o lixo fora ou ser traído. Nós experimentamos o medo, preocupação, raiva ou dúvida em um relacionamento e de lá nós julgamos ou criticamos o comportamento. E se não formos capazes de perdoar e superar essa mentalidade de criticar ou julgar, não somos capazes de trazer o amor de volta em nossa vida e nosso relacionamento com certeza vai morrer mais cedo ou mais tarde.

A Conta Bancária Emocional
Costumo usar a analogia de uma conta bancária emocional. Você pode retirar ou depositar nela. Para um relacionamento cada forma de criticar ou julgar é uma enorme retirada enquanto elogio e reconhecimento são os depósitos.

Ambos – elogio e reconhecimento – são um ato de amor, de ser feliz com – seu parceiro e sua situação atual. Agora isso não significa que não deva haver mudança, mas se você seguir o princípio 3 – Makia – “A energia flui para onde a atenção vai”, então você deve compreender, que o foco de sua atenção nas coisas boas em seu relacionamento e sua vida , através de elogio e reconhecimento, irá atrair coisas ainda melhores, enquanto que se concentrar nas coisas ruins julgando ou criticando vai atrair ainda mais falhas, mal-entendidos e problemas.

Não é isso o que acontece quando as relações são novas? Elas sempre começam como diversão e alegria. Simplesmente porque vamos nos concentrar nas coisas que gostamos um no outro. Mas chega um momento em que começamos a perceber que não gostamos de tudo em nosso parceiro. Quando não equilibramos essa tendência através de um consciente foco nas coisas boas através do elogio e reconhecimento, um ciclo vicioso de dúvida e crítica prontamente irá falhar os nossos relacionamentos.

O perigo da crítica positiva
E mesmo se você acredita em fazer críticas positivas, eu aconselho você a dar uma olhada nas consequências disse dentro de si mesmo e seu parceiro – toda crítica tem a tendência de aumentar a probabilidade desse comportamento indesejado crescer. Novamente, é simplesmente o princípio 3 – Makia – “A energia flui para onde a atenção vai” que está trabalhando aqui.

Tente substituir até mesmo críticas positivas por elogios e reconhecimento das coisas boas. Concentre-se no que você quer e não no que você não quer. Apesar do elogio abertamente falado ser algo favorável, o reconhecimento telepático (ou seja, em sua mente) também é uma boa maneira de começar.

Corolário: Tudo está vivo, consciente e responde

Huna não restringe a definição de vida para os seres humanos, animais e plantas. Embora a vida possa ser mais difícil de entender em coisas tão lentas como uma rocha ou tão rápidas como um raio de luz, para um xamã Huna estas são todas manifestações de vida diferentes. Baseado no princípio 2 KALA – “Não há limites, tudo é possível”, a fonte de tudo o que é deve ser consciente de si mesmo e, portanto, tudo o que é deve ser consciente de si mesmo e, portanto, receptivo para o que está acontecendo ao seu redor.

Por que auto-crítica o torna mais fraco
Porque o xamã Huna acredita em tudo estar vivo, consciente e receptivo, ele tenta ser respeitoso em relação a tudo. Agora você pode pensar que isto é um pouco absurdo, mas tem algumas aplicações muito práticas.

Seu subconsciente (em Huna chamado “Ku” ) está vivo, consciente e responde também. Se você criticar a si mesmo, seu subconsciente se sente atacado e tenta se defender. Ele faz isso através do corpo (apertando os músculos, produzindo os hormônios do estresse, etc.) Isto irá diminuir a sua consciência, porque o seu sistema corpo/mente inteiro está focado no ataque/defesa. Embora isso possa ser uma boa resposta se você for fisicamente atacado por um tigre ou qualquer outra pessoa, a auto-crítica prolongada fará seu estado crônico e com isso fraco, aumentando as chances de você ficar doente ou ferido.

Aumentar a auto-estima através do reconhecimento de suas próprias partes boas e amar a si mesmo como você é, no entanto, vai levar a um relaxamento do seu corpo (tensão diminui em seus músculos e reduz o nível de hormônios do estresse em seu corpo), aumenta a consciência, energia e potência. Você vai se lembrar de suas habilidades melhor e vai se sentir bem consigo mesmo, com as outras pessoas e a vida em geral.

Por que respeitar tudo faz você mais forte
Se você seguir o princípio 1. IKE – “O mundo é o que você pensa que é”, você vai perceber que o seu Ku (subconsciente) não separa a si mesmo do seu mundo exterior – pessoas, coisas ou situações – é tudo parte de seu sonho atual para a Huna.

Portanto, o seu subconsciente tomará toda crítica como um ataque pessoal. Isso significa que não importa se você está culpando ou criticando a si mesmo, outra pessoa, seu carro, seu governo ou o tempo. O seu subconsciente sempre irá reagir com um aumento na tensão e stress. Ele sempre vai ligar o modo de ataque/defesa e isto sempre vai enfraquecê-lo a longo prazo.

Se você elogiar ou reconhecer a si mesmo, outra pessoa, seu carro, seu governo (mesmo que você não votou neles) ou o tempo, então o seu subconsciente fará seu corpo relaxar e ficar mais forte.

Muitas vezes, encontrei na minha práxis médica que as pessoas que criticam muito têm uma tendência a formar padrões de doenças graves que se tornam cada vez mais intensas até a formação de um câncer. Alguns profissionais chegam a dizer que o câncer é um sintoma de uma grave falta de amor em sua vida.

Por que elogiar aumenta a probabilidade de mudança
Além de mudar seu próprio corpo através do elogio e reconhecimento, você também aumenta a probabilidade de mudança em outras pessoas e também em outras coisas ou situações.

O Princípio 3 Makia – “A energia flui para onde a atenção vai” afirma que o que você focar vai crescer. Portanto focalizar o problema através de crítica fará com que o problema fique mais forte, enquanto que se concentrar nas coisas boas ou na mudança desejada irá torná-los maior.

Como um consultor de informática muitas vezes eu descobri que as pessoas que amaldiçoam regularmente seus computadores têm muito mais problemas com seus sistemas do que aqueles que até mesmo dão-lhes apelidos e desenvolvem um ótimo relacionamento com eles.

Agora, isso não é uma prova científica, mas experimente isso por si mesmo durante 30 dias com o seu computador, com seu carro ou qualquer outro objeto e você pode ser surpreendido. Ah, a propósito, embora você possa enviar amor para o seu computador eu ainda faria backups :-)

O que fazer quando você é atacado ou criticado?
Nossa reação inicial é de lutar de volta. Mas, novamente, isto conduzirá a um aumento do problema. O que um xamã Huna faz para neutralizar uma maldição é louvar a si mesmo, bem como o atacante.

Elogie ou reconheça tudo o que é bom sobre a pessoa e/ou sobre a situação. Outro grande método para isso é a benção – veja “O Poder das Bençãos ou 5 segundos para a Paz, o Amor e a Felicidade” (em inglês). Você pode usar isso em voz alta ou em sua mente. Tente isto para os próximos 30 dias com o seu chefe ou qualquer pessoa que você tenha um problema com e note a mudança.

Experimente o poder da ALOHA

Este é um exercício fácil de 1 minuto para experimentar o poder de Aloha em sua vida.

  1. Feche os olhos – e tomar uma respiração profunda.
  2. Agora elogie e reconheça por pelo menos um minuto tudo o que é bom dentro de você – toda boa atitude, hábito, qualidade.
  3. Se você fugir das coisas boas para lembrar, em seguida, repita o que você já teve, se você continuar a fazer este exercício você vai tomar conhecimento de mais coisas boas dentro de você.
  4. Se pensamentos negativos vêm à sua mente, simplesmente ignore-os e continue a louvar e reconhecer.
  5. É permitido continuar este exercício após 1 minuto
  6. Depois que você terminar, perceba como você se sente

Em seguida, repita o mesmo exercício por pelo menos mais um minuto, mas desta vez elogie e reconheça tudo o que é bom dentro de outras pessoas que vêm à sua mente.

Faça uma terceira vez e desta vez elogie e reconheça tudo que é bom em sua vida – sua casa, seu trabalho, seu computador, seu carro, etc. Quando estiver acabado, respire fundo e mais uma vez note a diferença em seus sentimentos.

ATENÇÃO – Este exercício pode se tornar altamente viciante. Se você ama o seu mau humor ou má situação é melhor você não fazê-lo :-)

Então, Aloha – ame e seja feliz com …

Traduzido e adaptado do post original de Patrick Stoeckmann do blog Unwrap Your Mind

 

Confira os 7 Princípios da Huna:

IKE – O mundo é o que você pensa que é
KALA – Não existem limites, tudo é possível
MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai
MANAWA – Agora é o momento de poder
ALOHA – Amar é ser feliz com (este artigo)
MANA – Todo o poder vem de dentro
PONO – Eficácia é a medida da verdade


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Consciência

4 Comentários

  1. […] ALOHA – Amar é ser feliz com […]

    Reply

  2. […] A energia flui para onde a atenção vai (este artigo) MANAWA – Agora é o momento de poder ALOHA – Amar é ser feliz com MANA – Todo o poder vem de dentro PONO – Eficácia é a medida da […]

    Reply

  3. […] A energia flui para onde a atenção vai MANAWA – Agora é o momento de poder (este artigo) ALOHA – Amar é ser feliz com MANA – Todo o poder vem de dentro PONO – Eficácia é a medida da […]

    Reply

  4. […] possível MAKIA – A energia flui para onde a atenção vai MANAWA – Agora é o momento de poder ALOHA – Amar é ser feliz com MANA – Todo o poder vem de dentro PONO – Eficácia é a medida da […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Os Sete Princípios da Huna – 7. PONO

Sétimo e último princípio da filosofia Huna: PONO - Seus meios devem estar sempre em alinh…