Home Inspirados Poema Se – Professor Hermógenes

Poema Se – Professor Hermógenes

5 min de leitura
7
3

Por Professor Hermógenes

Se, ao final desta existência,
Alguma ansiedade me restar
E conseguir me perturbar;
Se eu me debater aflito
No conflito, na discórdia…

Se ainda ocultar verdades
Para ocultar-me,
Para ofuscar-me com fantasias por mim criadas…

Se restar abatimento e revolta
Pelo que não consegui
Possuir, fazer, dizer e mesmo ser…

Se eu retiver um pouco mais
Do pouco que é necessário
E persistir indiferente ao grande pranto do mundo…

Se algum ressentimento,
Algum ferimento
Impedir-me do imenso alívio
Que é o irrestritamente perdoar,

E, mais ainda,
Se ainda não souber sinceramente orar
Por quem me agrediu e injustiçou…

Se continuar a mediocremente
Denunciar o cisco no olho do outro
Sem conseguir vencer a treva e a trave
Em meu próprio…

Se seguir protestando
Reclamando, contestando,
Exigindo que o mundo mude
Sem qualquer esforço para mudar eu…

Se, indigente da incondicional alegria interior,
Em queixas, ais e lamúrias,
Persistir e buscar consolo, conforto, simpatia
Para a minha ainda imperiosa angústia…

Se, ainda incapaz
para a beatitude das almas santas,
precisar dos prazeres medíocres que o mundo vende…

Se insistir ainda que o mundo silencie
Para que possa embeber-me de silêncio,
Sem saber realizá-lo em mim…

Se minha fortaleza e segurança
São ainda construídas com os materiais
Grosseiros e frágeis
Que o mundo empresta,
E eu neles ainda acredito…

Se, imprudente e cegamente,
Continuar desejando
Adquirir,
Multiplicar,
E reter
Valores, coisas, pessoas, posições, ideologias,
Na ânsia de ser feliz…

Se, ainda presa do grande embuste,
Insistir e persistir iludido
Com a importância que me dou…

Se, ao fim de meus dias,
Continuar
Sem escutar, sem entender, sem atender,
Sem realizar o Cristo, que,
Dentro de mim,
Eu Sou,
Terei me perdido na multidão abortada
Dos perdulários dos divinos talentos,
Os talentos que a Vida
A todos confia,
E serei um fraco a mais,
Um traidor da própria vida,
Da Vida que investe em mim,
Que de mim espera
E que se vê frustrada
Diante de meu fim.

Se tudo isto acontecer
Terei parasitado a Vida
E inutilmente ocupado
O tempo
E o espaço
De Deus.
Terei meramente sido vencido
Pelo fim,
Sem ter atingido a Meta.

José Hermógenes de Andrade Filho é considerado o pioneiro em medicina holística no Brasil, com mais de 42 anos de prática e ensino de yoga. Pai de 2 filhas, 6 netos e 4 bisnetos. Filósofo, poeta, escritor e terapeuta, o professor Hermógenes costuma dizer que se sente mais jovem hoje, aos 85 anos, do que se sentia aos 35. Doutor em yogaterapia, título concedido pelo World Development Parliament, da Índia, é o criador do treinamento anti-stress.

Site: Academia Hermógenes


Recomendados


Comentário(s)

  • Poema de Natal

    Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enter…
Carregar mais posts relacionados
  • Poema de Natal

    Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enter…
  • Eckhart Tolle: Iluminação – o que é isso?

    Por mais de trinta anos um mendigo ficou sentado no mesmo lugar, debaixo de uma marquise. …
  • Preces musicais

    Todas as manifestações da nossa vida emitem sons. Os pensamentos, os sentimentos e os atos…
Carregar mais em Inspirados

7 Comments

  1. Mario Sergio

    1 de junho de 2009 at 21:21

    lindo

    Reply

  2. Sah Elizabeth

    3 de junho de 2009 at 19:42

    Mario Sergio,

    Também achei muito lindo!

    Namaste!

    Reply

  3. KG

    11 de junho de 2009 at 4:43

    Sah! Td bem?
    Criei um novo Blog, o: "Sentido humanitário" (www.sentidohumanitario.blogspot.com). Seja bem vinda!
    Bj

    Reply

  4. KG

    24 de junho de 2009 at 2:49

    Sah, cadê vc?
    Estamos com saudades de seus posts!
    Some não! rsrs
    Bj

    Reply

  5. Sah Elizabeth

    27 de junho de 2009 at 19:04

    Voltei! rs..

    Abraços!

    Reply

  6. gsc03bh@gmail.com'

    Gilmar Coimbra

    6 de janeiro de 2012 at 19:07

    O que dizer diante do que foi dito através de Hermógenes?
    Acho que até o final desta existência, ainda estarei refletindo sobre tais palavras.
    Acho que agora 2012 está começando pra mim!

    Obrigado Hermógenes, obrigado pessoal do site!

    Reply

  7. cesarfull@gmail.com'

    Julio cesar

    13 de março de 2014 at 5:44

    Encontrei o q buscava a
    45 anos “sem saber”

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Poema de Natal

Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enter…