Home Bem-estar Alimentação 5 hábitos para prolongar a vida

5 hábitos para prolongar a vida

6 min de leitura
0
0

Estamos em um tempo em que a estimativa de vida das pessoas está cada vez maior e essa tendência deve permanecer, mas muitas pessoas se perguntam qual o segredo para viver mais.

A medicina tem contribuído muito para que as pessoas vivam mais, e por isso até mesmo cresceu a venda de plano de saúde para idosos, visto que essa parte da população se preocupa cada vez mais com o bem-estar. Porém, a mudança de alguns hábitos no nosso dia a dia pode contribuir bastante para chegar a velhice saudável e ainda aproveitar por muitos anos.

No livro Diminua Sua Idade (editora Best Seller), dois americanos ensinam como isso é possível e, o melhor, com justificativas comprovadas pela ciência. Por isso, veja algumas delas:

comer-fibras

1. Coma fibras

Nada melhor do que começar tendo uma boa alimentação. Todo mundo sabe que as fibras ajudam no funcionamento do intestino, mas elas podem contribuir ainda mais. A ingestão de fibras faz com que o organismo consiga absorver melhor os nutrientes, auxilia na redução do colesterol ruim e também previne algumas doenças.

As fibras podem ser encontradas nos alimentos chamados de saudáveis, como frutas, legumes, vegetais e cereais. Porém, é preciso se atentar a quantidade, pois, apesar de serem benéficas, quando consumidas em excesso provocam um efeito negativo porque pode fazer com que o estômago aumente e seja necessário comer mais para se sentir saciado, o que pode levar ao sobrepeso.

2. Evite o açúcar

Isso não é novidade para ninguém. O açúcar em excesso altera a estrutura das células e estimula a produção de radicais livres. Como consequência, tem-se um organismo mais ineficiente e também um envelhecimento precoce.

É preciso estar atento aos alimentos que contêm açúcar porque eles vão muito além dos doces, já que muitos alimentos contêm caramelo em sua composição.

3. Durma

Com a correria do dia a dia, sobra pouco tempo para dormir e o resultado disso são pessoas sem energia e, muitas vezes, estressadas. Dormir pouco pode fazer com que as doenças surjam com mais frequência e também diminui o aprendizado.

Não existe uma quantidade exata de horas que uma pessoa deva dormir. Isso varia de um organismo para outro, mas a média é de 6 a 8 horas. Porém, é preciso se atentar para o excesso de sono porque quem dorme muito acaba ficando sem energia.

4. Atenção a gordura

Aquela picanha com uma camada generosa de gordura nem pensar. Isso porque as gorduras saturadas, além de contribuírem para o aumento de peso, podem entupir as veias, levando a um infarto.

Porém, uma dieta sem nenhuma ingestão de gordura pode ser prejudicial, uma vez que ela é necessária ao organismo para realizar alguns processos, como a produção de hormônios.

O ideal é ingerir uma pequena quantidade de gordura, mas sempre fazendo o controle.

5. Faça sexo

Isso não significa investir na quantidade e sim na qualidade. Isso porque o orgasmo ajuda na liberação da endorfina, que relaxa a musculatura e melhora as dores. Ele também ajuda no sistema cardiovascular e, de quebra, queima calorias.

Isso não significa que a pessoa precise virar uma viciada em sexo, mas sim que ela precisa estar satisfeita com a vida sexual.

 

Viu como você pode viver muito mais trocando apenas alguns hábitos ruins por outros mais saudáveis? E você, qual ou quais hábitos precisa melhorar?

————————————-


Recomendados


Comentário(s)

  • 20 Conselhos das Universidades de Medicina

    Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com 20 conselhos saudáveis para …
Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Alimentação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

20 Conselhos das Universidades de Medicina

Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com 20 conselhos saudáveis para …