Home Consciência Dia Mundial Sem Carro: 22 de setembro

Dia Mundial Sem Carro: 22 de setembro

7 min leitura
0
0

Todo dia 22 de setembro, milhões de pessoas ao redor do mundo comemoram o Dia Mundial Sem Carro. A mobilização é um exercício de reflexão sobre a dependência e o uso (muitas vezes) irracional dos automóveis em nossa sociedade. Afinal de contas, tem gente que não vai até a padaria da esquina sem usar o carro.

A idéia principal do dia é fazer com que as pessoas pensem um pouco sobre o estilo de vida que levam, sobre a possibilidade de diminuírem o uso do carro (em face do trânsito pesado enfrentado nas cidades), ou mesmo, se possível, em substituir o possante por outro meio de transporte. A Bicicletada, por exemplo, é um movimento internacional que prega o uso da bicicleta como o principal meio de transporte das pessoas.

Histórico da comemoração

O Dia Mundial Sem Carro (no inglês, CarFree Day) foi comemorado pela primeira vez em 1998, em 35 cidades francesas. Com o tempo, a mobilização se estendeu por países europeus, chegando inclusive a outros continentes.

No Brasil, o evento ocorreu pela primeira vez em 2001 e, desde então, vem crescendo o número de adesões de municípios. A expectativa para 2008 é que a data seja comemorado em mais de 100 cidades brasileiras, dentre elas Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Campo Grande, Natal, Salvador e Belém. Mais de 280 organizações estão envolvidas na iniciativa todos os anos. As prefeituras das cidades normalmente apóiam, fechando algumas ruas para o trânsito de automóveis, principalmente no centro das cidades.

Já é tradicional um dia mundial sem carro repleto de atividades nas cidades que o adotam, como passeios ciclísticos, caminhadas, gincanas para crianças e distribuição de panfletos.

Colapso urbano

A maioria das metrópoles padece de excesso de automóveis circulando em suas ruas e avenidas. Congestionamentos infindáveis, fumaça saindo pelos escapamentos, buzinadas e xingamentos: cenas que lamentavelmente fazem parte do dia-a-dia de seus habitantes.

Em agosto de 2007, a frota brasileira de automóveis ultrapassou 29 milhões de unidades, segundo relatório do Denatran. Uma média de 6,52 habitantes por carro, ou seja, 0,15 carro por habitante. A cidade de São Paulo, líder do ranking nacional, é detentora da perigosa estatística de um carro para cada dois habitantes. A tendência? Crescer cada vez mais….

Afora a depreciação de aspectos sociais e do fracasso do convívio nas cidades, a “cultura do carro” é também apontada como um dos vilões do meio ambiente. A emissão de gases de efeito estufa, causadores do aquecimento global, é um dos fatores que mais pesa contra os veículos particulares. Estima-se que 40% da poluição do ar é gerada por transportes movidos a combustível fóssil.

Mudança de hábitos

Por mais que, num primeiro momento, o problema possa parecer complexo demais para fazermos parte de sua solução, simples mudanças de hábitos ajudam (e muito) a combatê-lo ou minimizá-lo. Veja abaixo algumas delas:

  • Planeje seus deslocamentos
  • Percorra distâncias curtas a pé ou de bicicleta
  • Utilize transportes coletivos pelo menos um dia por semana para ir ao trabalho
  • Prefira meios de transportes limpos aos poluentes
  • Quando utilizar o carro, dirija com economia
  • Prefira automóveis com motores movidos a álcool (combustível menos poluente do que a gasolina)

Podemos ainda (para não dizer que devemos) cobrar, das autoridades públicas de nossas cidades, medidas que facilitem este movimento. Listamos abaixo algumas delas:

  • Renovação/expansão da frota e capilaridade dos sistemas de transportes coletivos (como ônibus, metrô e trem)
  • Criação/expansão de ciclovias nas cidades
  • Aluguel de bicicletas públicas
  • Criação de bicicletários (estacionamentos públicos de bicicletas) em pontos estratégicos
  • Rodízio de veículos

Note que são atitudes relativamente simples de serem tomadas e que, sem dúvida, somadas, têm um efeito mitigatório significativo sobre os problemas ambientais enfrentados atualmente pela nossa sociedade. E o que não faltam são alternativas, não é mesmo?

E você, vai tirar o carro da garagem no dia 22 de setembro?

Fonte: HowStuffWorks


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Consciência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

Medicina reprodutiva aponta caminhos para lidar com a infertilidade

A infertilidade atinge 15% casais no Brasil, segundo dados da Organização Mundial da Saúde…