Home Inspiração Por que uma vida plena?

Por que uma vida plena?

3 min leitura
3
0


Art by Sah

Porque gosto de andar com os pés descalços, pisar no chão desta terra e sentir.
Porque gosto de girar de braços abertos até cair, zonza e leve, na areia da minha praia.
Porque quero ouvir Ravel em Adagio Assai e chorar.
Porque quero ver uma criança brincar, e sorrir.

Porque gosto do gosto de canela na sobremesa de arroz doce.
Porque gosto do cheiro de café espalhado pela casa,
E o de incenso de mirra espalhado pelo quarto.

Porque quero ver o sol nascer, porque quero ver o sol morrer.
Porque quero contar as estrelas do céu, porque quero saborear o sal do mar.
Porque quero escrever novas linhas, porque quero conhecer novos cantos.
Porque quero comer brigadeiro na panela e lamber bolo cru na colher de pau.

Porque gosto de caminhar de mãos dadas: rir junto, chorar junto, ir junto.

Porque quero ver o vento balançar as folhas na árvore do quintal e a chuva lavar do chão a poeira do que já se foi.
Porque quero sentir a alegria de dizer: oi!

Porque quero cantar, desafinada, minhas canções preferidas.
Porque quero catar as conchinhas que as ondas trouxeram.
Porque quero inspirar o ar fresco e puro perto das montanhas.
Porque quero soltar pelos poros simples prazer.

Porque quero apreciar Monet, estudar Goethe, viajar com Verne.
Porque quero conhecer a Ilha de Páscoa, pisar no berço dos povos, atravessar o Atlântico, voar pelo Pacífico.

Porque eu quero a mais nobre inspiração,
a mais alta aspiração!

Porque eu quero realizar o sonho de todo o Cosmos!
Porque quero vibrar a mais potente das essências:
O Amor
E ser feliz.

Sah Elizabeth

E você, quais são os seus motivos?

 

Achados


Comentário(s)

  • Tenho saudades

    Tenho saudades do tempo de estar em homeostase com meus pensamentos e sentimentos, observa…
  • Um Sonho Libertador

    Quem poderia acreditar, depois de tanto tempo, poder viver assim gozando da mais pura libe…
  • Um Presente Chamado Vida

    Numa auto-estrada, um carro a uma alta velocidade. Nele, cinco pessoas: além de mim, duas …
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Inspiração

3 Comentários

  1. "BROTTO"

    30 de abril de 2009 em 15:50

    Muito autentico e verdadeiro seu texto Sah!

    Eu estava procurando sobre vida minimalista e cai aqui! voce sabe me dizer onde consigo algo sobre vida minimalista???

    Magnumbrotto@hotmail.com

    Reply

  2. Rose Huppes

    25 de agosto de 2009 em 1:53

    Oi,Sah!

    Você com estas palavras nos faz ver como podemos ter vida plena, e que á temos nas coisas mais comuns do nosso dia.Não precisamos procurar ,é só prestarmos atenção em nós mesmos.

    Abraços

    Reply

  3. Sah Elizabeth

    14 de abril de 2010 em 21:14

    Resgate dos comentários do antigo blog:

    11 comentários:

    Otávio B. disse…

    Essa é a verdadeira vida plena, a vida minimalista, a vida feliz…A consequencia dela só pode ser o bem estar… Essa é a vida que o homem deveria viver.

    BEijos Sah
    18 de novembro de 2007 21:16

    Edson Marques disse…

    Sah,

    que poema mais lindo!

    tivesse uma impressora aqui, agora, iria imprimi-lo para dar de presente.

    Volto depois!

    Abraços, flores, estrelas..
    19 de novembro de 2007 13:55

    Antonio Ximenes disse…

    Sah.

    Ser feliz… antes de tudo… é um exercício de nossa simplicidade.

    Adorei teu post.

    Abração.
    20 de novembro de 2007 09:58

    Otávio B. disse…

    Pois é Sah, eu não fiquei com medo de fantasmas ou de qualquer tipo de coisa, mas eu me senti incrivelmente sozinho no meio daquele inferno verde, e isso me assustou…

    Richard Bach? Wow…Agora você fez de mim um alguém honrado. De fato, estou começando nessa área da mecânica, e sou aspirante à piloto nas horas vagas, mas a aviação é paixão desde os 3 anos de idade…Mas essa é uma looonga história hehehehe…Quem sabe meu próximo post seja referente à algo… ;)

    Beijão, fica com Deus
    20 de novembro de 2007 21:52

    Oliver Pickwick disse…

    Sabe que eu jamais tinha visto um fim de festa sob este ponto de vista? Você tem razão, já havia passado por isso e não percebi.
    Além do mais, gostei das sugestões variadas para uma vida plena. Como disse o o amigo aí do primeiro comentário: vida minimalista, vida feliz.
    Tenha a melhor das semanas! (aliás, no seu caso, acho que isso vai ser moleza)
    21 de novembro de 2007 01:44

    Edson Marques disse…

    Voltei pra dizr que aodrei teu comentário sobre as araras!

    Hoje eu falo de Jó, de uma perspectiva existencialista.

    Abraços, flores, estrelas!
    21 de novembro de 2007 22:53

    Oliver Pickwick disse…

    Prezada Sah, li um comentário seu em um blog, achei interessante, e resolvi arriscar uma visita. E, pude comprovar que a minha percepção estava mesmo afiada.
    Obrigado pelas suas palavras generosas.
    Até a próxima visita!
    Um beijo, e tenha a melhor das semanas!
    22 de novembro de 2007 20:02

    Edson Marques disse…

    Obrigado!

    Que bom que você gostou da minha “reconstrução da história de Jó”.

    Abraços, flores, estrelas..
    23 de novembro de 2007 21:29

    Flávio Araújo disse…

    Oi Sah, como já disse anteriormente, simplesmente lindo este texto.

    Beijos
    25 de janeiro de 2008 11:11

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também

Tenho saudades

Tenho saudades do tempo de estar em homeostase com meus pensamentos e sentimentos, observa…